Quem sou eu

Minha foto
Bragança, Pará
Olá, seja bem-vindo ao meu blog. Sou casado com a cerimonialista Kézia Queiroz (linda), pai de quatro filhos lindos (duas duplas de gêmeos),trabalho na Escola Estadual Rio Caeté e na SEMED/Augusto Corrêa. Gosto do que faço e tenho orgulho de fazer parte da área de Educação, pois temos em nossas mãos a chance de mudar conceitos, criar opiniões, formando cidadãos críticos com poder de decisão.Fique a vontade para visitar, comentar e deixar seus recados. Contatos: c_kezia@yahoo.com.br

Um blog especial

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Aprovação no Vestibular II

Há aproximadamente 01 ano publiquei em meu blog a aprovação em Ciências Contábeis (UFPA) de meu filho Yuri Queiroz e deixei um recado para meu outro filho (Yago Queiroz) dizendo que no próximo ano a festa seria sua. Pois bem, volto com a satisfação de compartilhar que o Yago também foi aprovado em Ciências Contábeis (UFRA) e que agora posso ficar tranquilo em relação ao futuro profissional de meus filhos. Brevemente teremos dois excelentes contadores na família. Sucesso meus filhos!!!

segunda-feira, 19 de março de 2012

Aprovação no Vestibular

Semana passada fui surpreendido por uma ótima notícia. Um dos gêmeos maiores (Yuri Queiroz) foi chamado em Ciências Contábeis (UFPA) e em Educação Física (UEPA). Parabéns meu filho. Que Deus te ilumine nessa nova fase de sua vida!!! No próximo ano vamos fazer a festa para o Yago.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Matemática da vida

 A amizade “soma”. O amor “multiplica”. O ódio “divide”. A inimizade “diminui”.
Alvaro Granha Loregian

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Você conhece o número mágico?

1089 é conhecido como o número mágico. Veja porque:

Escolha qualquer número de três algarismos distintos: por exemplo, 875.
Agora escreva este número de trás para frente e subtraia o menor do maior:
875 - 578 = 297

Agora inverta também esse resultado e faça a soma:
297 + 792 = 1089 (o número mágico)

Situação do ensino matemático no Brasil é dramática

* Apenas 23% da população conhece números plenamente, faz cálculos e interpreta mapas, tabelas e gráficos.

* 29% da população do país (ou mais de 52 milhões de pessoas), entre 15 e 64 anos, conseguem ler números, mas têm muita dificuldade em resolver operações matemáticas simples, identificar proporções ou entender gráficos e tabelas.

* Mais de 3 milhões de brasileiros nessa faixa etária (2% da população) são analfabetos absolutos em matemática. Isso quer dizer que não conseguem ler números simples, como preços em mercados, nem anotar corretamente números de telefone.

* 80% dos entrevistados com até a terceira série do ensino fundamental não ultrapassavam o nível mais básico de domínio dos números, sem saber resolver nenhum tipo de cálculo.

* A matemática no Provão teve a nota mais baixa de todos os cursos examinados. E a maioria dos professores de hoje se formou nesses cursos. Mais de 80% deles desconhece o conteúdo que têm de ensinar.

sábado, 18 de setembro de 2010

Muito interessante

Um Quociente apaixonou-se um dia doidamente por uma Incógnita.
Olhou-a com seu olhar inumerável e viu-a, do Ápice à Base...
Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, Boca trapezóide,Corpo ortogonal, Seios esferóides.
Fez da sua uma vida Paralela à dela.
Até que se encontraram No Infinito.
"Quem és tu?" indagou ele
Com ânsia radical.
"Sou a soma do quadrado dos catetos. Mas podes chamar-me Hipotenusa."
E de falarem descobriram que eram
O que, em aritmética, corresponde
A alma irmãs Primos-entre-si .
E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz.
Numa sexta potenciação
Traçando ao sabor do momento
E da paixão Retas, Curvas, Círculos e Linhas Sinusoidais.
Escandalizaram os ortodoxos das fórmulas euclidianas
E os exegetas do Universo Finito.
Romperam convenções newtonianas e pitagóricas.
E, enfim, resolveram casar-se.
Constituir um lar.
Mais que um lar. Uma Perpendicular.
Convidaram para padrinhos O Poliedro e a Bissetriz.
E fizeram Planos, Equações e Diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade Integral
E diferencial.
E casaram-se e tiveram uma Secante e três Cones muito engraçadinhos.
E foram felizes.... Até àquele dia
Em que tudo, afinal, se torna monotonia.
Foi então que surgiu O Máximo Divisor Comum...
Frequentador de Círculos Concêntricos. Viciosos.
Ofereceu-lhe, a ela, Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.
Ele, Quociente, percebeu que com ela não formava mais Um Todo.
Uma Unidade.
Era o Triângulo, chamado amoroso.
E desse problema ela era a Fração Mais Ordinária.
Mas foi então que Einstein descobriu a Relatividade.
E tudo que era espúrio passou a ser Moralidade
Como, aliás, em qualquer Sociedade.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Oficina de Blog

Neste momento encerrei a oficina de blog que ministrei juntamente com a Profª Sônia. Foi gratificante repassar conhecimentos aos colegas professores que ainda não tinham acesso a essa ferramenta tão especial. Valeu a experiência.

Seguidores

Loading...
Loading...